, ,

Cloud Computing do zero: entenda em detalhes.

  • By Lilian Bressanin
  • 13 de julho de 2021
  • 277 Views

Muito tem se falado sobre Cloud Computing, porém pode parecer novo falar sobre esse tema, entretanto a Computação em Nuvem já vem sendo discutida a muito tempo. Essa tecnologia hoje é a principal razão de muitas empresas conseguirem trabalhar remotamente ou de lugares distantes, mas ainda assim estarmos pertos. 

Diante do cenário atual, da covid-19, compartilhar arquivos, fazer reuniões, eventos, tudo foi modificado não é mesmo? Por mais que antes da pandemia já se utilizavam essas tecnologias em nuvem, agora estão muito mais presentes na vida das pessoas e empresários. 

Tá, mas o assunto aqui não era Cloud Computing? Pois ainda é! Tudo isso envolve internet, dados em nuvem, compartilhamento por ferramentas como dropbox, google drive, office 365 são uma parte do Cloud Computing. 

Mas para que você não fique confuso com todas essas informações vamos começar pelo começo, beleza? 

O que é Cloud Computing

Parece ser um bicho de sete cabeças, mas já te adianto que não é. o Cloud Computing ou Computação em nuvem é uma tecnologia que utiliza em grande escala a conectividade com a internet, permitindo que os usuários possam acessar diferentes informações, ferramentas de onde estiver e como estiver, ou seja, não há necessidade de uma conectividade em um computador pessoal ou algum servidor local. 

Para ficar mais simplificado ainda, se por algum acaso você já ouviu uma música no Spotify, assistiu a uma série na Netflix, editou e criou um documento no Google Docs ou pelo Office

365, compartilhou uma foto via Dropbox ou Google drive, preciso te dizer: você está em contato com o Cloud Computing. 

Todas essas ferramentas e aplicativos são serviços que não precisam de um download em alguma máquina ou em algum servidor, você é capaz de acessá-los de uma forma remota, seja por um smartphone, tablet, kindle, smarttv, etc. A única coisa que vai ser necessário é um navegador e uma boa internet. 

Segundo a Forbes as empresas de pequeno porte são as que mais investem em serviços em nuvem. Incrível não é? Agora você não precisa se preocupar em achar que somente empresas grandes podem investir em Cloud. 

Você pode ler mais sobre o que é Cloud Computing no artigo do CEO da Select Soluções, Marcelo Nery. É só acessar aqui.

Mas para que serve a Computação em Nuvem?

Simplificando, o Cloud Computing serve para nada mais nada menos do que facilitar o acesso a uma quantidade enorme de dados e informações. 

O modelo tradicional de computação necessita de um investimento muito grande em hardware, download, sistemas operacionais e softwares específicos para conseguir iniciar algum tipo de aplicação, infraestrutura e etc. Deu para entender porque a Computação em Nuvem tem se tornado cada vez mais popular não é mesmo? 

Além de melhorar a experiência de pessoas ou empresas que dependem de recursos tecnológicos, a nuvem surgiu com uma forma de popularizar as informações em um único local. 

O cloud computing possui uma grade enorme de vários benefícios que ele pode trazer para o seu negócio. Veja alguns exemplos: 

  • Redução de custos com Infraestrutura; 
  • Economia de espaço físico;
  • Centralização de informações em um único lugar;
  • Fornece a quantidade ideal de recursos, armazenamento e processamento conforme a necessidade do cliente;
  • Trabalho remoto.

Segundo um estudo da Flexera, em 2019 a adoção de serviços de nuvem pelas empresas foi de 94%, ou seja, a computação em nuvem vem se tornando algo universal e sendo adotado tanto por grandes quanto pequenas empresas. 

Como funciona a tecnologia de Cloud Computing

O Cloud Computing utiliza de servidores remotos para conectar dispositivos, criar infraestruturas, criar recursos centralizados e ele pode estar na sua cidade ou não, por exemplo, existem servidores que estão no Brasil e outros estão no Japão e ainda assim sua empresa pode acessá-lo tranquilamente. Além disso, esse servidor remoto vai armazenar todos os dados e programas que sua empresa precisa. 

Atualmente, existem 3 tipos de computação em nuvem: a pública, a híbrida e a privada. Para você escolher em qual investir vai ser preciso analisar os fatores relacionados a custos, disponibilidades, desempenhos e expectativas. Veja como cada nuvem funciona.

Nuvem Pública

A nuvem pública possui recursos computacionais, como servidores e armazenamento fornecidos por terceiros e disponíveis para qualquer pessoa ou empresa que deseja contratar. 


Nesse modelo o responsável pelo que será encaminhado para a nuvem, seja um backup, arquivos ou aplicativos é o contratante, ou seja, você! Na nuvem pública, tudo fica disponível na web e compartilhado entre diferentes usuários, que normalmente são os usuários da empresa que você contratou, que usam simultaneamente, mantendo os recursos padronizados. 

Esse modelo é indicado para as empresas que desejam economizar em investimentos, pois ele oferece soluções unificadas o que acaba o tornando mais barato.

Segundo a Flexera, 36% das empresas investem mais de $12 milhões por ano em nuvens públicas e os principais provedores de nuvem pública para empresas continuam sendo AWS, Azure e Google.

Nuvem Privada

Com esse modelo, a sua empresa irá manter a infraestrutura da nuvem em próprio domínio e disponibilizar acesso restrito a usuários selecionados, como por exemplo funcionários. 

A nuvem privada possibilita que você personalize as funções e suporte conforme a sua necessidade. Como a nuvem é criada exclusivamente para seu negócio, todos os processo dentro dela serão direcionados para a realidade da sua empresa.

Normalmente, a nuvem privada é utilizada por organizações que precisam seguir certos regulamentos e regras referente a segurança e privacidade de dados e informações, como por exemplo instituições financeiras e governamentais. 

Nuvem Híbrida

Com esse modelo, nos referimos à união da nuvem pública e privada, isso quer dizer que na nuvem híbrida é possível compartilhar dados e aplicativos entre os dois tipos de cloud que falamos.

Isso de acordo com a necessidade e a estratégia do negócio. Nessa cloud, alguns recursos serão utilizados de forma privada e outros serão publicados. 

Os principais serviços do Cloud Computing

Hoje em dia existem diversos serviços que a Computação em Nuvem oferece, entre funcionalidades e ferramentas de acordo com a necessidade da sua empresa. Entre tantos modelos oferecidos pelas empresas, existem 3 que se destacam mais são eles:

SaaS (Software como serviço)

Software como serviço possibilita que você acesse o software sem precisar comprar sua licença, usando gratuitamente na nuvem, porém com recursos limitados, porém existem outras formas de monetização como anúncios. Por exemplo, o Spotify em sua versão gratuita, entre os intervalos das músicas sempre tem um anúncio. 


Entretanto, existem planos de pagamento que a empresa pode oferecer com uma taxa fixa, um valor que pode variar de acordo com o uso. Por exemplo os CRMs, normalmente existem alguns planos com preço fixo e você ou sua empresa irá contratar aquele que mais se encaixa na sua necessidade.

PaaS (Plataforma como serviço)

No modelo de PaaS, é contratado um ambiente completo de desenvolvimento on demand, onde é possível criar, alterar e otimizar softwares e aplicativos. 

Sua principal vantagem é que inclui sistemas operacionais, ferramentas de desenvolvimentos, sistemas de gerenciamento de banco de dados, serviços de Business Intelligence (BI), etc. 

Além de tudo isso, ele oferece toda a infraestrutura necessária para executar ou aprimorar aplicações web ou mobile. O time de desenvolvimento só irá se preocupar com a programação da aplicação, isso porque a administração, manutenção e atualização do ambiente são deixadas para o provedor. 

Segundo uma pesquisa realizada pelo Gartner em 2019, o mercado de PaaS deve gerar mais de US $ 20 bilhões e dobrar esse valor até 2022.

IaaS (Infraestrutura como serviço)

Com a IaaS, os recursos de infraestrutura são alugados com, servidores, routers, racks, datacenters, hardware e outras ferramentas que autorizam a transmissão e o armazenamento de dados. 

De acordo com o provedor e modelo escolhido, sua empresa pode ser cobrada pelo número de servidores usados, pela quantidade de dados armazenados  ou trafegados. Nesse modelo de nuvem, normalmente só é pago pelo o que é utilizado da tecnologia. 
A maior vantagem deste modelo é a sua estabilidade, pois em um mês você pode aumentar alguns servidores virtuais e no mês seguinte poderá solicitar o dobro ou diminuir a quantidade de recursos.

Segundo o Gartner, a Amazon é de longe o maior fornecedor da nuvem pública de IaaS.

Exemplos de aplicação prática da Computação em Nuvem

Existem diferentes motivos para você decidir investir em Cloud Computing, vamos listar aqui os principais que as empresas utilizam. 

  1. Criar novos serviços para o seu negócio;
  2. Armazenar, fazer backup e recuperar dados;
  3. Transmitir áudio e vídeo;
  4. Testar e criar aplicativos;
  5. Analisar os dados;
  6. Inserir inteligência artificial;

Como a Select Soluções pode ajudar o seu negócio.

Agora que você entendeu todo o conceito de Cloud Computing e o que você precisa para aplicar na sua empresa, está na hora de analisar suas necessidades, pois é com base nelas que você irá conseguir entender qual nuvem é melhor para o seu negócio. 

Compreender o orçamento correto que você possui, também irá te ajudar a identificar qual tipo de serviço em nuvem vai ajudar a resolver suas dores e melhorar sua infraestrutura. Além disso, é importante buscar um fornecedor que seja confiável e que tenha bons especialistas para te ajudar nessa jornada.

A Select Soluções oferece junto com a AWS (Amazon Web Services) apoio para sua empresa em toda sua jornada, desde o entendimento do nível de maturidade de tecnologia até a projeção de um cenário para seu ambiente, com baixo custo operacional, alta eficiência e um time completo de especialistas para atender o seu negócio. 

Entre em contato conosco, será uma prazer entender o seu negócio!

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *